QSMS e Normas ISO

28 de setembro de 2009

Primeira ISO de Responsabilidade Social entra em fase de votação

O jornal Valor Econômico publicou na última sexta-feira uma matéria com o título acima. Transcrevo para vocês alguns trechos da reportagem assinada pela jornalista Rosangela Capozoli.

"A primeira norma internacional de responsabilidade social, a ISO 26000, entrou na semana passada na fase de homologação e votação por parte dos cerca de 150 países membros. Seu texto final deve ser concluído até maio próximo e a publicação está prevista para setembro de 2010. A 26000 é o resultado de mais de cinco anos de trabalhos e reuniões internacionais e a primeira norma ISO a ter brasileiros na sua presidência e na coordenação de produção do conteúdo.

A 26000 vem na esteira da 9000, a primeira ISO da série iniciada nos anos 1980 e que trata da gestão e garantia de qualidade. Já a série de normas 14000, que veio anos depois, foi uma resposta à demanda mundial por uma gestão ambiental mais confiável, onde o meio ambiente foi introduzido como uma variável importante na estratégia dos negócios.

Mais avançada e abrangente, a ISO 26000 foi pensada para responder ao conjunto de questões ligadas aos conceitos de responsabilidade social. "O objetivo da 26000 é dar diretrizes para qualquer tipo de organização atuar de uma perspectiva socialmente responsável. Significa que, tanto do ponto de vista ambiental ou humano, ou da organização das atividades de trabalho, tem que seguir uma série de diretrizes que visam o desenvolvimento sustentável", diz Aron Belinky, secretário executivo do Grupo de Articulações das ONGs Brasileiras (GAO).

A ISO 26000 tem sete temas centrais, subdivididos em dezenas de outros. Entre eles estão as práticas de trabalho, relações internacionais de compra e venda, respeito aos direitos humanos, a preservação do meio ambiente, questões do consumidor e desenvolvimento comunitário.

Justamente por suas diretrizes abrangentes, tocando em questões que não agradam a muitos países, Belinky acredita que poderá haver dificuldade nessa fase de homologação da 26000 que se inicia. "É um processo de votação global, com 150 países participantes, e por isso está mexendo com interesses muito fortes. Essa norma fala, por exemplo, de direitos humanos, de uso de recursos naturais, aquecimento global, temas que têm provocado fortes discussões, especialmente envolvendo a China", diz. "Os chineses, que participaram relativamente pouco no começo do processo da norma, agora na fase final começaram uma campanha muito forte questionando e querendo reduzir o alcance da norma, das exigências de observância de normas internacionais ligadas a direitos humanos e condições de trabalho", afirma. "Agora é o momento, vamos ter uma tensão de negociação muito forte, que envolve interesses bem pesados."

Para os amigos do Blog, está à disposição o texto em inglês da versão recém-aprovada ISO/DIS 26000. Façam o download por aqui, lembrando que, muito em breve, vamos começar a explorar vários aspectos da 26000 interligados à Gestão de Riscos como, por exemplo, os riscos socioambientais e os riscos aos consumidores, e, acima de tudo, vamos apresentar propostas de implementação da futura norma de Responsabilidade Social (e Sustentabilidade Empresarial!). Esta será uma tarefa muito interessante para uma instituição como o QSP que, com seus mais de 18 anos de experiência na implementação de sistemas e boas práticas de gestão, poderá auxiliar as organizações em geral a enfrentarem esse novo desafio que os tempos atuais estão exigindo cada vez mais.